sábado, 1 de setembro de 2012

AVALIE O CONTO DE SEU CURIÓ

Avalie o canto do seu próprio curió

Amigo Passarinheiro, quando você quiser avaliar seu próprio pássaro, basta que observe os seguintes itens. São eles que determinam basicamente a qualidade de canto de uma ave, logicamente é necessário que se entenda um pouco do cantar da espécie analisada, para tanto, sugerimos que ouça com atenção algumas gravações existentes no mercado e quando escute uma ave procure sempre ser o mais justo possível.

A) Itens para análise do canto de um pássaro:

Antes de mostrarmos o sistema de análise de canto, vamos falar um pouco de teoria musical.
A Música é uma arte de expressão, que por meio de sons e seus elementos constitutivos, pode traduzir ou evocar sentimentos.
Os elementos que constituem uma música são:

- Ritmo - este é o elemento primordial de qualquer música, provém da noção de duração do tempo, ou em outros termos, é medir com ordem o tempo.

- Melodia - é menos universal e menos antiga que o ritmo; ela só começa e existir com o início do som e é formada por uma sucessão de sons que diferem em sua duração, em sua altura e em sua intensidade. Implicando ela a noção de duração é, portanto subordinada ao ritmo; atinge sua natural origem das inflexões da palavra, das exclamações, dos gritos do homem ou dos animais, elementos que expressam a vida e os sentimentos.

- Harmonia - é a ciência dos sons expressos simultaneamente; não se deve confundir com polifonia que representa a sobreposição de duas ou mais melodias, a harmonia tem por base o acorde, que é um conjunto de sons simultâneos provenientes de um único som gerador.

- Timbre - é representado pela diferença de impressão que existe entre dois sons de duração, altura e intensidade iguais.

Sinais de movimento "andamento" - os sinais de "andamento" servem para indicar os vários graus de rapidez de uma música,marcando-lhe o caráter. Alguns deles são; tempo de valsa, andantino, moderado, tempo de mazurka, etc.

Sinais de expressão - servem para dar o colorido a música e dar-lhe variedade de acentuações. Alguns deles são: crescendo, diminuindo, destacado, fortíssimo, pianíssimo, etc.

Sinais de alteração - intervalos - as distâncias intercorrentes entre um som e outro se chamam intervalos.

"Quando analisamos uma ave devemos ter em mente que estamos na verdade analisando uma música. A função é definir, a partir de parâmetros adequados, qual pássaro possui a melhor música, com melhor interpretação".

B) Itens a serem avaliados:
Considerando que a análise do canto de uma ave é um processo impar, ou seja; não estamos analisando a música produzida por instrumentos musicais conforme os padrões existentes, nem uma música cantada por seres humanos, então vamos definir alguns critérios que se adaptem a tal analise."As nomenclaturas abaixo são adaptadas (ás nossas necessidades, e para que sejam entendidas por passarinheiros) de modo a facilitar o entendimento do passarinheiro e facilitar a criação de parâmetros para analise de canto de aves logo não são totalmente fiéis as definições musicais teóricas". Foram criadas definições próprias com um linguajar popular, porém sempre dentro de critérios técnicos que são:

Música da ave, que se constitui de:

Ritmo - definimos aqui que ritmo é a marcação do tempo musical de canto da ave, para esclarecer; a ave deve colocar as suas notas obedecendo ao ritmo do canto em questão. Está intimamente ligada ao estilo de seu canto. É importantíssimo para determinarmos inclusive o estilo de canto da ave.Como comparativo, podemos dizer que um bicudo mogiana tem que cantar em ritmo de canto mogiano um bicudo de canto goiano idem. Assim como quando ouvimos um samba, sabemos que é samba pelo ritmo. Devido a sua importância é o primeiro item que será avaliado.

Melodia - este item pode ser considerado como o item de avaliação da composição musical da ave, e se divide em;

Entrada de cantada - são as notas que indicam a presença da ave e mostram que sua cantada será iniciada. É muito comum bicudos goianos e mogianas iniciarem seu canto emitindo notas de sinalização (conhecidas como si suim em linguagem informal) e em seguida gargalharem, ou entrarem direto no canto após as notas de sinalização.
Variações - é a análise da parte da melodia inserida entre a entrada da cantada e o arremate de canto, ou entre o arremate de um canto e o arremate do canto seguinte. Esta parte da melodia é composta de variações e floreios. É necessário entender que tamanho de canto nem sempre significa maior beleza. É importante uma análise cuidadosa neste item, por parte do juiz, pois existem aves que além de repetirem blocos musicais, ou cantarem blocos muito semelhantes, vês ou outra emitem gargalhadas de floreio (não de divisão, nem de arremate mas sim de floreios) dentro das variações, que em hipótese alguma devem ser encaradas como remonte de canto ou aves que possuam dois cantos, etc.

Arremate de canto ou divisão de canto - este item é o que nos permite julgar as notas dentro da melodia que a ave utilizou para indicar que um canto está finalizado, ou esta sendo dividido do canto seguinte. Normalmente os bicudos utilizam a gargalhada para finalizarem ou dividirem seus cantos.

Harmonia - a harmonia significa que cada "nota" emitida pela ave deve se harmonizar perfeitamente a sua melodia. Por exemplo: é neste item que se identificam notas dissonantes. Analisando a colocação das notas de forma geral, percebemos a harmonia de cada uma delas ao canto.

Andamento - definimos aqui como julgamento de andamento (nome que o passarinheiro conhece em linguagem popular), como sendo o julgamento dos "sinais de":

Movimento (andamento) - andamento não deve em hipótese nenhuma ser confundido com ritmo, andamento significa velocidade em que a ave (que canta dentro do ritmo) está cantando ou seja, grau de rapidez da música da ave.A rapidez do canto deve ser tal que a melodia do pássaro nos pareça tranqüila e calma, porém com personalidade, não transmitindo-nos a sensação de lentidão e nos permita o entendimento de todos os sons por ele emitidos.

Expressão - dão o colorido à música, dando-lhe variedades de acentuações. Este item determina o que nós passarinheiros chamamos de balanço no canto.

Intervalos -indicam intervalos entre um som e outro.
Avaliação do intérprete da música, que se constitui de:
Voz-timbre - verifica-se neste item, quão compatível e agradável é o timbre de voz da ave ao seu estilo de cantar.
Volume - neste item, será analisado o volume (altura) em que o pássaro canta, para exemplificar, lembramos que aves que cantam "fino", cantando alto demais, podem tornar-se estridentes, e aves que cantam grosso, com voz muito cheia, cantando baixo demais podem tornar seu canto pouco claro a nossos ouvidos.

Suavidade - neste item se julgará basicamente a suavidade com que os sons produzidos pela ave atingem nossos ouvidos. Será uma análise conjunta da pronúncia, clareza e definição de notas, volume e timbre da voz do pássaro.
Apresentação - indica basicamente uma proporcionalidade entre o número de cantos que a ave emitiu em relação aos minutos disponíveis para sua apresentação.

Defeitos e deficiências:
Para um perfeito entendimento deste item, devemos primeiro entender o que significam defeitos e deficiências.

Defeitos - são basicamente imperfeições contidas na música da ave. Para sua perfeita avaliação, devemos tomar um canto que segundo nossos conhecimentos consideramos como representante típico do canto da ave em questão, e o analisarmos conscientemente para que possamos constatar a presença ou não de defeitos. Alertamos que além das notas estranhas e indesejáveis conhecidas por todos os passarinheiros, existem outros defeitos tão graves, que são defeitos no ritmo, andamento, voz, harmonia, etc. Porém para efeito de analise, devemos apenas nos ater, neste item é claro às notas estranhas.

Deficiências - são considerados como deficiências erros casuais, que são todos aqueles cometidos eventualmente; não fazem parte do canto típico daquela ave, por exemplo: cortes de canto, remontes de canto ou de notas, desde que sejam eventuais; notas de alerta quando os mesmos se sentirem pressionados pelas condições do torneio, passagem sem divisão de canto, iniciar o canto pelas variações sem sinalização de início (entrada), etc.

Avaliação de apreço - relação participante / trato da ave.

Apreço - está relacionado com a apresentação da ave em relação a sua limpeza e bons tratos.

Avaliação de conjunto - neste item será avaliada a composição do canto em relação à variação dos cantos conhecidos (estes podem ser novas composições, desde que atendam os quesitos do estilo). Leva -se em conta o conjunto de todos os itens acima aplicados ao canto típico de cada uma das aves. Este item representa em geral o quanto o cantar da ave nos impressionou.

Para que possamos avaliar corretamente um canto e suas características devemos sempre levar em conta todos os itens acima em conjunto, nunca separadamente.

A fim de que haja maior entendimento sobre canto é muito útil ao principiante que escute gravações existentes no mercado dos diversos estilos de canto, pois ninguém consegue explicar melhor uma música do que a própria música.

Antonio Carlos Ameruso Gomes

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO

AVISOS

TUDO O QUE SE ENCONTRA AQUI JA ESTAO HOSPEDADO NA INTERNET , NOS SOMENTE INDICAMOS AONDE ESTAO

DIGA NAO A PIRATARIA COMPRE SEMPRE CDS ORIGINAIS

NOS NAO INCENTIVAMOS A CAÇA E SIM SOMOS CONTRA POR ISSO PROTEJA A FAUNA ,COMPRE PASSAROS SOMENTE DE CRIADORES AUTORIZADO E CREDENCIADO PELO IBAMA

SE ALGUMA POSTAGEM ESTIVER COM O LINK QUEBRADO AVISE NOS
SE ALGUMA POSTAGEM TIVER DIREITO AUTORAIS AVISE NOS PARA SER RETIRADA POIS MOMENTO ALGUM QUEREMOS PREJUDICAR ALGUEM

E-MAIL: ADILSONMANA@YAHOO.COM.BR